TODA AÇÃO INCONSCIENTE É DIABÓLICA… será que estamos preparados pra tanta verdade?

1294

Segundo Jung, “toda ação inconsciente é diabólica, e o que não trouxermos pro nosso consciente, aparecerá em nossas vidas como destino”.

Nietzsche, reforça que cada ser humano descobrirá a verdade conforme poderá suportá-la…assim poderemos vê-la de vários ângulos, será preciso diminuir o julgamento e aumentar a coragem.

Você está satisfeito com seus resultados pessoais ou profissionais?

E os resultados de seus colaboradores, seus amigos e sua família

Por quê as pessoas agem de formas das quais não gostam, mas continuam a agir repetidas vezes.? Há quem acredite, que as pessoas saibam realmente os verdadeiros motivos porque agem, de determinadas formas. Será? Por quê o seres humanos são como são ?

Os seres humanos são responsáveis pelos seus atos, porém não consideram muitas vezes que estes, não tem consciência dos mesmos. Agem de formas que nem sempre controla, percebem ou entendem o por que  e não entendem porque. Talvez seja porque não se conheçam, e não admitam que tenham risos e que conhecer estes riscos os tornariam melhores. Inconscientes agem a ponto de não perceberem muitos movimentos, suas ações inconscientes fogem de seu controle e de sua percepção. Agem escondidos de si mesmos. Desencadeiam desejos e atitudes impulsivas, muitas vezes proibidos pelas sociedade e pelas próprias pessoas.

A ciência tem por atos inconscientes o conjunto de processos e fatos psíquicos que atuam sobre a conduta do indivíduo, mas que escapam ao âmbito da consciência e não podem a esta ser trazidos por nenhum esforço da vontade ou da memória, aflorando , entretanto, nos sonhos, nos atos falhos, nos estados neuróticos ou psicóticos, quando a consciência não está vigilante, surgem a qualquer instante, este ato é também conhecido como ação subconsciente.

Jung nos fala do inconsciente individual, e também do inconsciente coletivo, que é parte do inconsciente individual, procedente da experiência ancestral que transparece em certos símbolos, encontrados nas lendas e mitologias antigas, constituindo arquétipos (modelos) para humanidade.

Ainda hoje, com tanta informação, tecnologia e meios de comunicação pessoas caminham solitariamente em meio aos seus questionamentos internos. Muitos dizem, que é por falta de terem com quem conversar, outros dizem porque não têm necessidade, não sentem falta, nem procuram. Não se abrem, têm medo, vergonha, são na maioria das vezes sofredores auto suficientes, não assumidos. Hora porque desde que o ser humano é ser humano existe em si os momentos de transformação.

Quem está pronto para estas mudanças?

Nem sempre as pessoas estão preparadas ou seguras para elas, apenas criam máscaras que as tornam intocáveis, porém existe a fragilidade interna, internamente poucos são os que vêm , o indivíduo fica menos exposto, então pode caminhar assim, a humanidade caminha assim! Desta forma a fragilidade humana, seja ela feminina ou masculina, perdura e é tema e dissertação de muitos que questionam constantemente os motivos pelos quais os seres humanos agem. Empresários, professores, juízes, jornalistas, médicos, enfermeiras, donas de casa, pessoas em geral, cada ser humano coloca em si limites para se conhecer, sem saber.

Este assunto torna-se cada vez mais importante para as pessoas e principalmente para os profissionais da área de Gestão de Pessoas , pois não basta a empresa ou a pessoa gastar rios de dinheiro investindo sem ter resultados e também não adianta não investir, é preciso saber direcionar e utilizar-se de técnicas e profissionais responsáveis e que se disponham a trabalhar nesta linha de pensamento.

Deve-se lembrar que homens e mulheres não são máquinas e fotocópias de robôs que nunca irão falhar, é preciso descobrir pontos fortes conscientes e pontos fortes inconscientes/subconscientes que possam ser controladas e potencializar o indivíduo para que este possa viver melhor.

Quando na Gestão de Pessoas utiliza-se da pirâmide das necessidades Maslow (fisiológicas, segurança, social, auto estima, auto realização), ou dos fatores motivacionais e higiênicos de Herzber ou do ser humano preguiçoso ou interessado por MacGregor na Teoria X e Y, podemos verificar que os seres humanos vêm sendo estudados Há anos e ainda hoje nos deparamos com as dificuldades de como melhorar o convívio e os resultados, tanto na vida pessoal como profissional.

Jung diz: “Toda ação inconsciente é diabólica” pois o inconsciente esconde o verdadeiro eu, a verdadeira motivação de cada um. Na maioria das vezes, moralmente não se permitir aparecer ou por coragem não se permitir ser, assim fica agindo de formas obscuras não sendo o que realmente gostaria, por não se permitir, mas querer.

Para entender um pouco do ser humano é preciso sair da redoma de proteção invisível, criada por ele mesmo e ter permissão para entrar na redoma do outro, entender que ser pessoa é ser um todo, simples e complexo ao mesmo tempo.

É mais do que os olhos vêm e do que os ouvidos ouvem, também é mais do que o coração pode sentir, é mais do que a mente pode pensar. Assim antes de utilizar de seus atributos potenciais é preciso antes atingi-los, conhecê-los , saber suas reais funções e depois sim utiliza-los. Acreditar que cada pessoa pode ser melhor do que já é, é um desafio, um risco gostoso de correr.

Adm. ROBERTA GALVANI DE CARVALHO. Consultora Estratégica e  Master Coach, estudiosa do comportamento humano, desenvolve pessoas e empresas para o aumento de performance. www.galvanicarvalho.com.br – (63) 999731389.

Deixar um comentário